sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Every F****** Time!



Estou eu muito sossegada no quarto, porta fechada, e bam! há sempre alguém que entra ou que bate à porta como se o mundo fosse acabar. SEMPRE! Todos os dias tenho pequenos heart attacks. Já avisei a minha mãe que qualquer dia é de vez e morro aqui, estatelada na cama, e a culpa é dela (é sempre ela, regra geral). Não percebo que raio tem ela tanto para fazer aqui no quarto. Ou é pra pousar roupa, ou pra me dar recados, ou pra dizer coisas que nem a ela lhe interessam. Não posso estar sossegada um minuto quando está gente em casa. É a minha sina.

7 comentários:

  1. Eu adoro a minha família, e a minha casa até é suficientemente grande para conseguir estar "afastada" de distrações... Mas também confesso que, por vezes, queria mesmo o meu sossego e as minhas rotinas, daí que anseie cada vez mais ter a minha casinha (quaaaase) :)

    ResponderExcluir
  2. É a tua sina e a minha... parecem bichos carpinteiros!

    ResponderExcluir
  3. Mesmo quando vivia em casa dos meus pais, antes de ter entrado para a faculdade, que isso, por acaso, não acontecia ... os meus pais sempre tiveram o hábito de bater à porta antes de entrar no meu quarto. E, agora que só estou com eles aos fins de semana, acontece a mesma coisa... E ainda bem :)

    ResponderExcluir
  4. Ahahaah mais vale deixares a porta aberta :b

    ResponderExcluir
  5. Como te compreendo!! Por vezes fico a trabalhar durante a noite no computador. Já me aconteceu, por volta das 2h e tal da manhã, apanhar um susto de morte porque a minha mãe aparece do nada, nem faz barulho a descer a escada, parece que é de propósito... e eu, num silêncio profundo, e de costas para a porta do escritório, sinto que está ali alguém. E quando me viro... enfim. Já lhe disse que me quer matar do coração...

    ResponderExcluir
  6. ahahhahahahaha a minha é tal e qual! :D

    ResponderExcluir