terça-feira, 21 de janeiro de 2014

As pessoas ainda me surpreendem

Desde que estou neste trabalho já vi muitas coisas e aprendi outras tantas, mas nada me incomoda tanto como algumas coisas que vejo pais fazerem com as crianças. Que tipo de pai manda uma filha de 10 anos comprar tabaco às dez da noite em pleno Inverno, sozinha? Eu sei que a miúda mora por cima do estabelecimento, mas continua a ser uma criança. Vai sozinha, sujeita a que lhe possam fazer mal, raptá-la, eu sei lá. E já nem se prende só com o facto de ir sozinha (porque apesar de tudo há sempre quem possa pensar que não é assim tão grave, o apartamento dela é por cima, só tem que descer as escadas). Tem a ver que a essa hora de um domingo a miúda tem mais é que estar a dormir para no dia seguinte ir para a escola bem descansada e com uma noite bem dormida. E está um frio de rachar, tem estado um temporal dia sim-dia não, mandam a miúda de pijama? Para nem falar que é ilegal vender tabaco a crianças. 
Eu fiquei tão chateada, tão irritada! É que estas coisas tiram-me mesmo do sério!
Se o vício é assim tanto, que fossem os pais! O problema é que está frio e a essa hora sabe bem é estar no quentinho da cama, no aconchego de uma lareira, essas coisas. Não iam agora suas excelências sair de casa quando têm filhos para fazer de criados. Eu até me passei, a sério. Vim para casa toda chateada, só pensava nisto. Que raio de vício, que as pessoas até fazem estas coisas. 

É isto e ter feito uma francesinha para uma criança de 4 anos. 4 anos! A princípio pensei que a senhora estava a brincar até que perguntei "mas é mesmo para fazer a francesinha para a pequenina?" e ela confirmou que era a sério. Que tipo de pai dá uma francesinha a uma criança de 4 anos? Eu nem concordo com os hamburguers do mcdonalds nem nada dessas coisas, mas uma francesinha é mil vezes pior. Eu fico parva com as práticas parentais destas pessoas. Juro que não percebo. E o mais engraçado é que no mesmo momento em que pediu a francesinha para a miúda, também disse que ela não podia beber coca-cola porque nesse dia até estava mal disposta e com dores de barriga. Haja coerência! Coca-cola não, que tu já estás mal da barriga, mas come lá a tua francesinha, cheia de molho picante. Fico parva com estas histórias. 

4 comentários:

  1. Realmente ... há pessoas mesmo sem noção -.-'

    ResponderExcluir
  2. Sem noção, sem dúvida!! Como deixar 2 meninas (a mais velha devia ter 5, no máximo 6anos) na casa de banho do cinema durante o intervalo porque os pais foram lá fora fumar... As crianças voltaram para a sala sem terem a certeza se aquela era sala para onde deviam ter voltado... Eu sei a história porque a miúda mais pequena (4 anos) não parava de chorar porque não sabia dos pais... E acrescentaram o seguinte: "Eles disseram que iam lá fora fumar e que nós podíamos ir ter com eles quando saíssemos da casa de banho mas eu achei melhor não porque aí é que nos podíamos mesmo perder. Esta é a sala do filme da Revolta dos perus?" A sério?? As miúdas foram sozinhas à casa de banho e deviam ir procurar os pais?? Disse-lhes que ficassem ali sentadas perto da porta porque os pais deviam estar a chegar e se não chegassem para me irem chamar... Mas, felizmente, os sem noção apareceram.

    ResponderExcluir
  3. Não vajo nada de chocante na francesinha, desde que o molho não seja picante... Agora mandar uma criança ir comprar tabaco é super perigoso.

    ResponderExcluir