quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Acho tremendamente injusto que a vida continue quando temos algum problema. Devíamos ter direito a um botão de pausa, para podermos sofrer as nossas dores no nosso espaço, no nosso silêncio, sem esta obrigatoriedade social de estarmos sempre ocupados e felizes. Ninguém está sempre feliz! E devíamos poder ser infelizes na nossa vidinha, no nosso sossego, sem que a nossa dor se tornasse, de repente, pública. Eu não quero ter que fingir que estou bem, que está tudo normal, quando na verdade ando a chorar pelos cantos sempre que tenho oportunidade de estar minimamente sozinha. Eu não deveria ter que me esconder numa casa de banho para ter paz, para ter uns minutos de silêncio sem que venha alguém dizer que estou com um ar horrível e perguntar-me o que é que se passa. A vida é minha, os problemas são meus, não tenho que partilha-los. Mas de repente sou obrigada a dizer que "não, nem por isso, mas passa" (quando na verdade a minha vida se desmorona todos os dias um bocadinho mais, diante dos meus olhos e sem o meu poder de controlo) e a minha dor passa a estar a boca dos outros, só porque não posso parar o tempo e chorar a minha pouca sorte sozinha, na minha paz. Eu queria não ter que ir à faculdade, não ter que trabalhar, não ter coisas para me preocupar nem pessoas com quem tenho que falar, só para poder ter os meus dias de pijama, lenços e choro. Era um pouco mais fácil assim. A vida devia ter um botão de pausa.

10 comentários:

  1. pois era.. mas não pode ser, tenta falar com alguém que só te oiça e deixe chorar, por vezes ajuda..

    kisses***

    ResponderExcluir
  2. É tão verdade... Também estou numa altura em que precisava mesmo!

    ResponderExcluir
  3. M., tens de ter calma e saber enfrentar não só a tua situação como a 'pressão' social. Claro que ng é feliz o tempo todo, e quando somos alegres por natureza, nota-se sempre mais quando não estamos bem. Não somos obrigados a fingir o que não sentimos mas tb n somos obrigados a contar a toda a gente sobre as nossas dores. Basta referires que não, infelizmente n está tudo bem mas que n queres falar disso...

    Beijinho e que tudo melhore rápido *

    ResponderExcluir
  4. Às vezes os verdadeiros amigos podem ajudar, aqueles a quem confias tudo. A dor é tua, mas os amigos podem ajudar-te a suportá-la. Um beijinho de força*

    ResponderExcluir
  5. é bem verdade. Muita força. O tempo acaba por resolver tudo.

    ResponderExcluir
  6. Tenta ver as coisas deste prisma: é o facto de a vida continuar, e termos sempre coisas para fazer que nos impede de mergulhar na depressão total. Força para ultrapassares este período :)

    ResponderExcluir
  7. às vezes era bom poder parar para pensar, arejar a cabeça, chorar tudo... mas nem sempre é possível! por outro lado ter coisas para fazer e manter a cabeça ocupada também é bom!

    ResponderExcluir
  8. Era bom ter esse botão de pausa e ter tooodo o tempo que queremos para nós...
    Força para essa fase, espero que corra tudo bem (:

    http://osdiasdeumalouca.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. Percebo-te perfeitamente....! No fundo eu tive a oportunidade - ainda que não o devesse ter feito... - de fazer pausa em parte da minha vida. Estou arrependida? Um bocadinho. Mas também sei que na altura foi a minha única opção. Ou melhor, a única que consegui tomar.

    ResponderExcluir
  10. As pessoas preocupam-se. Via haver sempre pessoas que te vão perguntar o que se passa só por curiosidade e outras que vão querer por estarem verdadeiramente e genuinamente preocupadas. Penso que devias falar com alguém, com um amigo/a, com alguém a quem possas dizer tudo sem te sentires julgada e com quem te sintas à vontade para chorar ou então pega numa folha e escreve tudo aquilo que gostarias de dizer e não dizes. Às vezes precisamos de exteriorizar as coisas.

    Beijinhos e espero sinceramente que tudo melhore num futuro próximo.

    ResponderExcluir