sexta-feira, 6 de setembro de 2013

No mundo dos blogs, a não ser que nós especifiquemos ou que as pessoas nos conheçam, ninguém sabe a nossa idade. Podem perceber a nossa faixa etária tendo em conta o nosso estilo de vida, as nossas preocupações, as nossas ocupações, mas não é a primeira coisa que identificamos quando lemos um blog pela primeira vez.  E eu gosto mesmo disso. Adoro começar a ler um blog e sentir que é tudo novo para mim, começar a descobrir a pessoa, o que gosta de fazer, o que não gosta, como se ocupa, etc., mas nunca me preocupo com isso das idades.

Eu leio blogs de estudantes universitários, de bloggers a começar a sua vida profissional, de mães, de pessoas casadas e solteiras, baby blogs, blogs de casamentos, ... E há sempre algo que se pode tirar de cada um, independentemente da idade que a pessoa atrás do blog tem. E consigo sempre identificar-me com alguma coisa, mesmo que a pessoa seja bastante mais velha que eu. Para mim isso é mesmo bom. Até porque no nosso dia-a-dia nem sempre temos oportunidade para conhecer tantas realidades diferentes e a verdade é que nem sempre temos paciência ou interesse quando alguém mais velho ou mais novo fala connosco. Nem sempre lhes damos atenção ou nos aproximamos porque achamos que aquele assunto não nos vai interessar, é demasiado novo ou é demasiado velho para nós, tem um estilo de vida muito diferente, já tem filhos, já casou, etc. 

Quando se tem um blog, acho que a nossa idade passa a ser secundária. Avaliamos as pessoas por aquilo que eles pensam acerca deste ou daquele assunto, pela forma como se expressa, pelo aquilo que gosta, e não propriamente pela idade que tem. Dá-se mais espaço à particularidade de cada um, à sua personalidade, ao seu jeito de ser e de estar sem rótulos de "mãe", "casada", "adolescente", etc, que muitas vezes nos impedem de falar ou nos constrangem quando estamos cara a cara com a pessoa, na vida lá fora. 
Obviamente depois também há seleção de coisas que gostamos ou não de ler e por vezes não nos conseguimos identificar com o blogger precisamente por já ser mais velho/novo e ter outra posição na vida, outros assuntos que já/ainda não nos interessam na fase da vida e que estamos, mas isso já é outra história :)

4 comentários:

  1. Também eu leio vários tipos de blogues. Uns que me identifico, outros nem por isso. Mas ainda assim gosto de ler vários tipos. Às vezes até tento criar a imagem física de quem está do outro lado, mas isso faço-o noutras situações.

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto acima de tudo dos blogues de pessoas mais velhas do que eu. São mais maduros, sei lá. :)

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo (: a idade é realmente secundária quando lemos um blogue.

    ResponderExcluir
  4. Concordo contigo. Aliás eu leio imensos blogs de pessoas que estão agora a iniciar a sua vida académica e às vezes até noto que são mais maduras do que aquilo que eu era naquela idade :) também gosto disso de a idade não ser algo que surja à primeira vista.

    ResponderExcluir