domingo, 22 de setembro de 2013

A boa samaritana

Eu armo-me em boazinha, empresto tudo a toda a gente e depois fodo-me lixo-me. Já perdi a conta ao numero de coisas que perdi/nunca mais reavi/me estragaram nestas brincadeiras. Este ano, primeiro foi a capa de arquivo com todas as coisas relativas ao segundo semestre do primeiro ano. Emprestei a alguém e não me consigo lembrar se a pessoa me devolveu ou não, além de não me lembrar de quem, supostamente a tem. Lembro-me de alguém ter pedido e eu emprestei, mas já contactei a pessoa e ela diz que me devolveu. Não acredito que essa pessoa me tenha mentido, por isso só me resta pensar que estou louca ou desmemoriada. 
Agora são os phones. Passo a vida a emprestá-los ao meu irmão, no momento em que preciso deles, não sei onde estão. Já lhe perguntei por eles e nada, diz que não os tem. A última vez que me lembro de ter pegado neles foi numa ida à praia e tenho a certeza que os trouxe pois, nesse mesmo dia, usei-os à noite com o pc. Já corri as gavetas todas de casa, já procurei em malas e bolsinhas e o diabo a quatro e nada. 


E a irritação que se apodera de mim? Nunca mais empresto nada a ninguém, é o que é. Ao menos sei sempre onde andam as minhas coisas, onde as deixo. Mania de ser queridinha e emprestar tudo a toda a gente. 

3 comentários:

  1. Agora estás a dizer isso, mas vais acabar por emprestar :/ É chato.. Odeio não saber onde estão as coisas, bahh!

    ResponderExcluir
  2. Faz como eu: tinha o mesmo problema ate que comecei a fazer uma lista no telemóvel (a mesma app que uso pra fazer listas de compras) com o material que emprestei e a quem. Tenho outra tambem para o material que me emprestaram, para nao acontecer o contrario.

    ResponderExcluir
  3. Sei perfeitamente o que isso é...!!

    ResponderExcluir