terça-feira, 24 de julho de 2012

Detesto aquelas pessoas que para contar uma pequena história, um pequeno acontecimento, dão voltas e voltas e voltas e não dizem nada de jeito. Demoram imenso a contar qualquer coisinha, dão detalhes de tudo e mais alguma coisa que nada tem a ver com a história em si. Enfim, atrasos de vida. Irrita-me profundamente.

Eu gosto de pessoas despachadas, sem rodeios. Que dizem o que têm a dizer sem estar a dar voltas e mais voltas e que não precisam de começar a relatar o seu dia desde o momento em que acordam até ao que almoçaram e quantas vezes foram à casa de banho para dizer que a meio da manhã foram à mercearia. Sei lá. Coisas assim. Qual é a dificuldade de seleccionar apenas aquilo que é importante para que as pessoas percebam o que querem dizer?

5 comentários:

  1. A minha mãe é uma dessas!:p Não imaginas a paciência que tenho de ter! Também penso como tu, é sempre a despachar!

    ResponderExcluir
  2. Ainda há (também) as que estão 'horas' a pensar se foi na quarta ou terá sido na quinta, se foi de manhã ou seria da parte da tarde? Isto para contar, por exemplo que viram a pessoa x, quando o que está em causa é a pessoa e não as circunstancias...

    ResponderExcluir
  3. Ainda há (também) as que estão 'horas' a pensar se foi na quarta ou terá sido na quinta, se foi de manhã ou seria da parte da tarde? Isto para contar, por exemplo que viram a pessoa x, quando o que está em causa é a pessoa e não as circunstancias...

    ResponderExcluir
  4. Acabou de descrever a avó do meu marido! Começa a falar para dizer X, dá a volta ao mundo e arredores e só depois regressa ao que queria dizer (caso entretanto não se tenha esquecido!) Tadinha, tão querida..!

    Cisca

    ResponderExcluir
  5. ahahah Vão de A a Z para chegar a B.

    ResponderExcluir