quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

ódiozinho de estimação 3

Detesto a forma como os estudantes são sempre pressionados para fazer tudo a tempo e horas mas raramente há um retorno da outra parte. Nós temos que estudar, temos que fazer trabalhos, pesquisas, artigos, ..., alguns de nós ainda trabalham e temos a nossa vida privada. Mas isso nunca é tido em conta. Se reprovamos é porque somos rebeldes e não queremos fazer nada. Se os trabalhos não são entregues à hora marcada é porque somos preguiçosos e deixamos tudo para a última. O que pode ser verdade, claro, mas nem sempre é só isso. 
Já os professores parece que não têm prazos a cumprir. Eu sei que são muitas turmas e que as cadeiras teóricas têm sempre muitos alunos inscritos. Mas não me parece razoável que demorem um mês a corrigir trabalhos e exames. A desculpa é sempre a mesma: os professores têm família, têm vida para além da faculdade. E eu entendo, claro que entendo. Deve ser complicado trabalhar o dia todo e ter que chegar a casa e ir corrigir exames quando se tem também uma família a quem dar atenção, uma casa para cuidar, outros assuntos para resolver. Nisso sou mesmo compreensiva. Só que acho que, se a desculpa do "tenho outras coisas para fazer" serve para eles nos atirarem à cara quando demoram a lançar as notas, também deve ser tida em conta quando é a nosso favor. Mas nunca é.
Se não querem estar sempre a ser pressionados com perguntas sobre as notas, que não digam que as vão lançar no dia x e depois não lançam. Não se comprometam com coisas que não podem cumprir. E tenham a decência de lançar as notas dos exames da época normal nos prazos que a lei exige, não é estar a lançar notas no dia anterior ao exame de recurso (como já aconteceu na minha faculdade). Isto não é normal. As pessoas têm que estar preparadas, têm que saber se precisam ou não de estudar com antecedência. 
Isto tudo porque estou a ficar chateada que nunca mais saiam as notas.

4 comentários:

  1. Eu podia fazer um discurso igualmente grande sobre isto. Mas é escusado. Como diz um professor meu: "Eu sou Deus, eu mando!".
    True.

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda nao ando na faculdade, mas nao deixo de concordar com tudo!!

    ResponderExcluir
  3. Acontece-me o mesmo.. sem comentários, acho que devia haver um tempo limite para eles também.

    ResponderExcluir