terça-feira, 2 de novembro de 2010

a desastrada que há em mim


Hoje, em 5 minutos, protagonizei duas figurinhas, daquelas mesmo idiotas que só a mim me acontecem. Primeiro estava a despedir-em do meu namorado e quando me voltei para trás, para seguir o meu caminho, fui contra um sinal de stop. Seria normal, não fosse passar por esse mesmo sinal todos os dias, mais do que uma vez, há cerca de 5 anos. Parva, ainda fiz uma cara de croma que me valeu um comentário do cunhadinho, que não perde uma oportunidade para brincar comigo.
Fui a casa num instantinho para pegar nuns documentos e vinha no elevador a comer uma madalena, a pensar na vida. Nisto a porta do elevador abre-se e vejo o meu vizinho de baixo a entrar de rompante. É óbvio que me assustei e quase me engasguei. Ainda ouvi um "Tem calma, não te engasgues". E lá fui eu à minha vida, a pensar sozinha e a perguntar a Deus porque razão sou assim tão despistada. É que quando ando sozinha na rua e assim, tenho tendência a envolver-me demasiado na minha forte actividade cerebral :) Depois dá nisto: assusto-me com tudo, vou contra coisas... Enfim.

5 comentários:

  1. lol! isso torna-te ainda mais espontanea!

    ResponderExcluir
  2. Espetares-te contra o stop é lindo!

    ResponderExcluir
  3. Já pareces eu xD
    E adorei essa imagem :D *

    ResponderExcluir
  4. Por acaso não sou muito despistada. Sorte a minha :) Beijinho querida

    ResponderExcluir